As minhas raízes que brotam das pedras que me viram crescer
Sábado, 10 de Junho de 2006
DEUS NA MÃO DO HOMEM

 

Ser ou não, ... eis a questão

que, nos termos da razão,

só por Deus é resolvida.

Infinito é o poder

posto em mãos para fazer

um peito que anime a vida.

 

Ser em sim a mão de Deus

pra criar e dar aos seus,

com engenho a fazer arte,

é ter alma, ser do mundo,

mergulhar ao mais profundo

do infinito em qualquer parte.

 

Ser aqui obra em serviço,

mão na mão de um compromisso, ...

é com Deus ser criador.

Deus sem homens é conceito;

Homem é tudo o que é feito:

fruto bom que sai da flor.

 

Ser por Deus a mão capaz

de fazer um mundo em paz,

pôr nas mãos armas de amor,

é trazer no coração

cada homem como irmão;

é ser sangue de uma cor.

 

Ser aqui a obra de arte,

como quem parte e reparte,

é nas mãos erguer o altar

onde o pão em pequeninos

seja a oferta de Meninos

que o Natal vão festejar.



publicado por alecrimdaserra às 00:42
link do texto | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


textos recentes

Natal em Crise

RUBRO DE CEREJA

O MENINO INFELIZ

NATAL A FAZER AMOR

SER DO TEMPO

EM BOA HORA

A VERMELHO

POR OUTRO CAMINHO

A VIDA CONTINUA

O NATAL DEPUTADO

arquivos

Junho 2006

favoritos

Alunos e professores do S...

O NATAL DEPUTADO

RUBRO DE CEREJA

links
Com a amizade do
subscrever feeds