As minhas raízes que brotam das pedras que me viram crescer
Sábado, 10 de Junho de 2006
O NATAL DO NÃO

 

Amanhã vai ser Natal,

mas eu disse não à Ciganita

em negócio de pensos

para a consoada no pinhal.

 

Vai ser Natal outra vez,

mas eu neguei um olha à Mãe Solteira

em negócio de direitos

sobre o que o Amor nela fez.

 

É Natal! Tudo tem mais luz!

Mas ... não fui ao hospital

em missão nova de esperança

a visitar o João - o meu Jesus!

 

É Natal! Voam mensagens!

Mas ... eu disse não ao marginal,

evitei-o, olhei-o de lado

em negócio de falsas miragens!

 

Eu hei-de me ir ao ... Natal,

com os cinco sentidos na mão,

desejando “White Christmas”

ao senhor do capital!

 

Missa do galo é Natal,

é a ceia consoada

à mesa da comunhão

das mensagens com sinal!

 

O Natal não é um dia!

Redenção, é cada hora!

Gloria in excelsis Deo,

com amor, paz e alegria!



publicado por alecrimdaserra às 00:51
link do texto | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


textos recentes

Natal em Crise

RUBRO DE CEREJA

O MENINO INFELIZ

NATAL A FAZER AMOR

SER DO TEMPO

EM BOA HORA

A VERMELHO

POR OUTRO CAMINHO

A VIDA CONTINUA

O NATAL DEPUTADO

arquivos

Junho 2006

favoritos

Alunos e professores do S...

O NATAL DEPUTADO

RUBRO DE CEREJA

links
Com a amizade do
subscrever feeds